Cinta modeladora faz mal??

cintas modeladoras

cinta modeladora faz mal cinta modeladora faz mal

Exageros trazem problemas

 

Quem tem o costume de usar a cinta modeladora muito apertada deve se preocupar com problemas de saúde que podem aparecer após o uso frequente da cinta. Problemas de circulação e compressão dos órgãos são os mais comuns. As cintas muito apertadas podem machucar a pele, fazer cicatrizes ou obstruir a passagem do sangue na região abdominal, podendo trazer problemas de circulação e varizes. A pessoa também vai respirar de uma maneira mais curta e sentir falta de ar.

 

Indicações e cuidados

 

As cintas modeladoras são indicadas em casos de pós-operatório, pois ajudam na cicatrização e reforçam a musculatura, diminuindo o inchaço e impedindo sangramentos ou o deslocamento da pele.

 

Ela também é recomendada em alguns casos de problemas posturais, especialmente durante a gravidez, pois muda o eixo de equilíbrio do corpo e evita dores ocasionadas pelo sobrepeso. Elas são indicadas depois de cirurgias como lipoaspiração, abdominoplastia, cesária e outras.

 

 

Recomendações

 

Hoje é possível encontrar no mercado vários tipos de modeladores, e os mais indicados são os produtos de microfibra e elastano. Devido a fios de última geração, propiciam à mulher o máximo de conforto. Além da versatilidade, são bastante modernos e podem ser usados em qualquer tipo de corpo, alguns conseguem reduzir a silhueta em até um número.

 

É importante experimentar a peça antes de comprar, para verificar se está confortável. Nunca compre tamanhos menores do que você usa, pensando assim conseguir um efeito mais redutor. Ao contrário, o resultado pode ser desastroso, além do que não será nada confortável e também poderá provocar problemas ortopédicos. É importante que, ao adquirir seu produto, consiga vesti-la de forma fácil e que você se sinta confortável, pois muitas vezes passaremos horas com a cinta.

 

Alternativas

 

Quem está em busca da cintura perfeita também pode lançar mão de alternativas existentes no mercado de beleza. Métodos como radiofrequência, ultrassom focado, criolipólise, massagem modeladora, drenagem linfática e lipoaspiração têm fundamentos científicos que comprovam a redução das medidas, diminuindo tanto a gordura localizada da região quanto a flacidez, pois atuam no tratamento do contorno do corpo.

 

Embora as cintas auxiliem na estética, sozinhas não fazem milagres, portanto, para um corpo realmente perfeito nada melhor que uma dieta saudável e a prática de exercícios físicos.

Matérias top 10

Siga o Blogbolsademulher.com